Melhores Depósitos a Prazo em Fevereiro de 2013

Com alguma surpresa nossa entre janeiro e fevereiro de 2013 registaram-se várias alterações significativas ao nível da política de remuneração dos depósitos a prazo por parte de várias instituições financeiras a operar em Portugal.

A alteração mais surpreendente pela amplitude da alteração foi, de longe, a do PrivatBank que produziu quedas das taxas de juro dos seus depósitos a prazo que atingiram os 50% face ao anteriormente oferecido. Quedas iguais ou próximas de 150 pontos de base foram comuns em vários prazos. Sublinhe-se que não foi propriamente surpreendente que o PrivatBank revisse as suas taxas em baixa já que esta instituição de direito Letão vinha resistindo à revisão das taxas e vinha, como explicámos em artigo anterior, – ver “Taxas de juro nos depósitos do Privat Bank com queda de até 50%” – beneficiando do facto de não poder ser penalizada nos seus requisitos de capital pela política dissuasora de juros elevados instituída pelo Banco de Portugal dado que o supervisor só tem competências de supervisão comportamental (e não prudencial) sobre instituições com sede e sob alçada do banco central do seu país de origem. O que surpreende, como dissemos, foi a dimensão da revisão.

Depósitos por valor investidoO Banco BPI merece também destaque mas em sentido inverso dado que, pelo menos pelo segundo mês consecutivo, tem vindo a aumentar as suas taxas de juro de tabela para vários depósitos a prazo, afastando-se assim das posições pouco atrativas que vinha praticando. Este tem sido talvez dos bancos que mais tem oscilado na sua política de remuneração de depósitos a prazo. Agora, começa a ser interessante para alguns prazos.

Também neste sentido, surge o Banco Popular que reviu marginalmente em alta algumas das suas taxas, aparentemente reagindo rapidamente à ligeira subida da Euribor que se tem verificado nas últimas semanas.

A tendência geral tem sido, contudo, de revisão em baixa das taxas de juro oferecidas, quer por via da redução das taxas em produtos já existentes, quer pela substituição de depósitos por outros com nova designação que pagam menores juros.

Ao longo da semana atualizaremos todas as nossas páginas de referência para os vários prazos (consulte no menu) e iremos também elaborar mais alguns artigos concretos sobre a oferta atual, até porque é preciso perceber com pormenor quem são agora os “campeões” das taxas para vários cenários de prazo/investimento mínimo.

Retomaremos também a nossa série recentemente iniciada onde destacamos o melhor depósito a prazo de um banco específico. Para já, pode consultar todas a informação no ficheiro em excel com cerca de 300 depósitos a prazo.

Bons negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.