Taxa de juro de novos depósitos a prazo em maio de 2014

Qual a Taxa de juro de novos depósitos a prazo em maio de 2014?

O Banco de Portugal acaba de divulgar a evolução dos depósitos a prazo e das respetivas taxa de juro de novos depósitos a prazo em maio de 2014.

Detendo-nos nas taxas de juro dos novos depósitos a prazo a particulares verifica-se que o valor médio se fixou nos 1,71% de TANB um valor muito próximo do registado há precisamente quatro anos. Quer isto dizer que a taxa de juro é hoje tão baixa quanto há quatro anos? Não. Para sabermos qual a taxa de juro relevante para um investidor temos de descontar o efeito da inflação e após essa comparação verificamos que os juros reais estão hoje acima dos de há quatro anos.

Taxas de juro de novos depósitos a prazo maio 2014A inflação encerrou o ano de 2010 nos 1,4% e este ano espera-se que encerre nos 0,2%. Descontando grosseiramente esses valores na taxa de juro verifica-se que o juro real em maio de 201o estaria próximo dos 0,3% enquanto que em maio de 2014 deveria rondar os 1,5% (isto tudo antes de impostos). Olhar para o gráfico que aqui se reproduz, sem corrigir do efeito preço, ou seja da inflação pode assim iludir o fundamental. A taxa de juro nominal está de facto ao nível de há quatro anos, mas o poder de compra que se pode esperar retirar no final do depósito é hoje significativamente superior, até porque a expectativa de médio prazo para a inflação continua a ser de que esta registe valores muito baixos.
Em termos reais, considerando o ritmo de queda dos juros nominais e o ritmo de queda da inflação, a evolução dos últimos meses deve apontar para uma estabilização da remuneração, isto apesar de há vários meses os bancos oferecerem um juro sucessivamente inferior.

Entretanto, já atualizamos as nossas páginas com as ofertas mais recentes nos depósitos a prazo disponíveis em Portugal.

Convidamo-lo o visitar:

Bons negócios!

Um comentário sobre “Taxa de juro de novos depósitos a prazo em maio de 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.