Taxa de juro dos novos depósitos a mais de um ano aumentou em novembro de 2014

Os dados mais recentes divulgados pelo Banco Central Europeu (BCE) relativos às taxas de juro dos novos depósitos às empresas e famílias com maturidades acima de um ano revelam que, em novembro de 2014,  a taxa média se fixou nos 1,42% o que representa um aumento de 0,12 pontos percentuais face a outubro do mesmo anos. Desde abril de 2014 que não se registava um aumento neste indicador.

Estes mesmos dados do BCE revelam que as famílias e as empresas portugueses que constituam depósitos a mais de um ano obtêm taxas de juro médias claramente superiores às praticadas em Espanha (0,77%) ou em Itália (1,11%).

Quanto aos novos empréstimos para prazos similares o diferencial face aos depósitos diminuiu em novembro para 3,12 pontos percentuais o que compara com 3,46 pontos percentuais em outubro.

Em termos internacionais, este diferencial ou spread, é claramente superior em Portugal mesmo quando comparado com países do sul da Europa (2,34 em Espanha e 1.41 em Itália) o que coloca desde logo os agentes económicos portugueses em desvantagem, dado que enfrentam um custo de acesso ao capital claramente superior.

Fonte: BCE e Gabinete de Estratégia e Estudo do Ministério das Finanças

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.