Depósitos indexados e duais em 2013

Depois de termos destacado Os depósitos em Portugal em 2013 segundo o Banco de Portugal a propósito da divulgação do 2º Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho  acrescentamos a referência a uma outra secção do referido relatório que também tem cabimento nesta página. Referimo-nos aos Depósitos indexados e duais em 2013, uma área dos depósitos que, segundo o Banco de Portugal registou uma evolução francamente positiva em 2013. Contudo os resultados para os aforradores foram, em média, significativamente diferentes comparando depósitos indexados com duais em claro desfavor no caso dos indexados. Eis os destaques a este tema feitos pelos Banco de Portugal (com sublinhados nossos):

Depósitos indexados e duais

  • Em 2013, o mercado dos depósitos indexados e duais cresceu de forma muito significativa. Entraram no mercado mais instituições de crédito a comercializar este tipo de depósitos: 11 instituições em 2013, o que compara com sete instituições em 2012. E foram comercializados mais depósitos: 149 depósitos em 2013 o que compara com 61 depósitos em 2012.

  • No final de 2013, o montante aplicado nestes depósitos totalizava cerca de 4 mil milhões de euros, o dobro do registado no final de 2012. A maioria destes depósitos são depósitos indexados, subscritos por clientes particulares e com remuneração dependente da evolução do mercado acionista.

  • Dos 43 depósitos indexados vencidos em 2013, 23 pagaram a remuneração mínima garantida no prospeto informativo, a qual em 10 dos casos correspondeu a uma remuneração nula. Em 14 depósitos foi paga a remuneração máxima potencial indicada no respetivo prospeto informativo. Nos restantes seis, a remuneração ficou entre a mínima e a máxima.

  • As taxas de remuneração de 17 dos 43 depósitos indexados vencidos foram superiores à taxa de juro dos depósitos a prazo simples na mesma instituição de crédito, para o mesmo prazo. Nos restantes 26 depósitos, as taxas de remuneração foram inferiores àquelas taxas. Na comparação com as taxas de referência do mercado interbancário, verifica-se que houve 24 depósitos com taxas de remuneração superiores a estas taxas e 19 com taxas de remuneração inferiores.

  • As remunerações das 23 componentes dos depósitos duais vencidas em 2013 ficaram sempre acima das taxas de referência do mercado interbancário e, exceto nos depósitos com prazo de até um mês, foram também superiores à taxa de juro dos depósitos simples na mesma instituição para um prazo idêntico.

Para recuperar os conceitos base deixamos aqui as ligações para dois artigos:

2 comentários sobre “Depósitos indexados e duais em 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.