Quero fazer poupança a dois anos: certificados ou depósitos a prazo?

 Quero fazer poupança a dois anos: certificados ou depósitos a prazo?

Esta é uma pergunta recorrente a que agora tem de se atualizar a resposta atendendo à redução abrupta das taxas de juro dos certificados de tesouro poupança mais.

Nos últimos anos, as poupanças a mais de um ano foram ganhando relevo no total da poupança em depósitos a prazo constituídas por particulares, tal como foram ressurgindo com maior vigor as aplicações em títulos da dívida pública destinados aos particulares. Esta realidade acompanhou a descida das taxas de juro e a maior aversão ao risco perante a incerteza reinante em outros produtos de poupança e é possível que se mantenha ainda que agora num patamar mais baixo de taxas de juro.

Os certificados do tesouro poupança mais vinham-se afirmando como das melhores ou mesmo a melhor aposta para aforro de menor risco desde outubro de 2013, contudo, a partir de fevereiro a estrutura de taxas de juro crescentes foi alterada passando a taxa média de uma aplicação que se mantenha durante o período máximo permitido de cinco anos a pagar cerca de metade do que vinha pagando desde a sua fundação: pagam uma taxa média de 2,25% TANB. Sendo certo que as taxas de juro dos depósitos a prazo continuam em queda, qual é neste momento a melhor aposta para um aforrados interessado neste tipo de produtos?

 

Poupança a dois anos: certificados ou depósitos a prazo

A análise mais simplificada que podemos fazer baseia-se na comparação direta de taxas de juro para o prazo de referência. Assumindo que o investidor quer manter a sua poupança durante dois anos e consultando a nossa base de dados de depósitos a prazo, verifica-se que os certificados de tesouro poupança mais surgem na 7ª posição em 16 possíveis.

Ou seja, se o mínimo de subscrição, as penalizações por mobilização antecipada, as diferenças quanto ao período de imobilização, etc, forem relevantes para o investidor e este estiver apenas orientado para o juro que pode receber, há pelo menos seis depósitos a prazo (não promocionais) que serão uma melhor opção. São tudo condicionalismos importantes, pelo que cada investidor deve comparar ponderadamente as respetivas fichas de informação normalizadas antes de decidir.

Eis a lista de depósitos a 2 anos ordenada de forma decrescente e incluindo os certificados do tesouro:

Banco PT? Nome do Depósito TANB TANL Tipo de Taxa Depósito Minimo
Invest Sim Depósito 2 anos 2,3 1,656 Fixa 2.000
ActivoBank Sim Poupança Objectivo 1,8 1,296 Fixa 0
ActivoBank Sim Net Activo/Escolha o Prazo 1,8 1,296 Fixa 500
BIC Sim DP Crescente 1,7 1,224 Crescente (semestral) 2.500
PrivatBank Não Clássico 1,6 1,152 Fixa 100
Montepio Sim Poupança Flexível 1,6 1,152 Juros Anuais 10.000
ESTADO – IGCP Certificados do Tesouro Poupança Mais 1,5 1,080 Crescente (média de 2 anos) 1.000
Montepio Sim Poupança Flexível 1,4 1,008 Juros Semestrais 10.000
Banco BIG Sim Depósito a Prazo 1,2 0,864 Fixa 500
Montepio Sim Poupança Flexível 1,2 0,864 Juros Trimestrais 10.000
BEST Sim Poupança Crescente 0,89 0,641 Crescentes (semestrais) 125
Caixa Agrícola Sim Super Crescente 0,7 0,504 Crescente (semestral) 500
BPI Sim DP Especial 2 anos 0,65 0,468 Fixa 50.000
Caixa Galícia Não Alta Remuneração 0,65 0,468 Crescente (anual) 1.000
BPI Sim DP Especial 2 anos 0,35 0,252 Fixa 50.000
Caixa Agrícola Sim Depósitos XL Euribor 3 Mês + 0,044% Crescente (trimestral) 2.500

Destaque-se que à medida que o prazo aceite pelo aforrador aumente mais competitivo se tornam os certificados do tesouro poupança mais face à oferta concorrente de depósitos a prazo. Para uma aplicação a quatro ou a cinco anos surgem mesmo como o produto com as melhores taxas médias anualizadas: 2,0% TANB e 2,25% TANB, respetivamente.

Informação mais recente aqui: melhores depósitos a prazo (contém certificados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.