Quero fazer poupança a dois anos: certificados ou depósitos a prazo?

 Quero fazer poupança a dois anos: certificados ou depósitos a prazo?

Esta é uma pergunta recorrente a que agora tem de se atualizar a resposta atendendo à redução abrupta das taxas de juro dos certificados de tesouro poupança mais.

Nos últimos anos, as poupanças a mais de um ano foram ganhando relevo no total da poupança em depósitos a prazo constituídas por particulares, tal como foram ressurgindo com maior vigor as aplicações em títulos da dívida pública destinados aos particulares. Esta realidade acompanhou a descida das taxas de juro e a maior aversão ao risco perante a incerteza reinante em outros produtos de poupança e é possível que se mantenha ainda que agora num patamar mais baixo de taxas de juro.

Os certificados do tesouro poupança mais vinham-se afirmando como das melhores ou mesmo a melhor aposta para aforro de menor risco desde outubro de 2013, contudo, a partir de fevereiro a estrutura de taxas de juro crescentes foi alterada passando a taxa média de uma aplicação que se mantenha durante o período máximo permitido de cinco anos a pagar cerca de metade do que vinha pagando desde a sua fundação: pagam uma taxa média de 2,25% TANB. Sendo certo que as taxas de juro dos depósitos a prazo continuam em queda, qual é neste momento a melhor aposta para um aforrados interessado neste tipo de produtos?

 

Poupança a dois anos: certificados ou depósitos a prazo

A análise mais simplificada que podemos fazer baseia-se na comparação direta de taxas de juro para o prazo de referência. Assumindo que o investidor quer manter a sua poupança durante dois anos e consultando a nossa base de dados de depósitos a prazo, verifica-se que os certificados de tesouro poupança mais surgem na 7ª posição em 16 possíveis.

Ou seja, se o mínimo de subscrição, as penalizações por mobilização antecipada, as diferenças quanto ao período de imobilização, etc, forem relevantes para o investidor e este estiver apenas orientado para o juro que pode receber, há pelo menos seis depósitos a prazo (não promocionais) que serão uma melhor opção. São tudo condicionalismos importantes, pelo que cada investidor deve comparar ponderadamente as respetivas fichas de informação normalizadas antes de decidir.

Eis a lista de depósitos a 2 anos ordenada de forma decrescente e incluindo os certificados do tesouro:

BancoPT?Nome do DepósitoTANBTANLTipo de TaxaDepósito Minimo
InvestSimDepósito 2 anos2,31,656Fixa2.000
ActivoBankSimPoupança Objectivo1,81,296Fixa0
ActivoBankSimNet Activo/Escolha o Prazo1,81,296Fixa500
BICSimDP Crescente1,71,224Crescente (semestral)2.500
PrivatBankNãoClássico1,61,152Fixa100
MontepioSimPoupança Flexível1,61,152Juros Anuais10.000
ESTADO – IGCPCertificados do Tesouro Poupança Mais1,51,080Crescente (média de 2 anos)1.000
MontepioSimPoupança Flexível1,41,008Juros Semestrais10.000
Banco BIGSimDepósito a Prazo1,20,864Fixa500
MontepioSimPoupança Flexível1,20,864Juros Trimestrais10.000
BESTSimPoupança Crescente0,890,641Crescentes (semestrais)125
Caixa AgrícolaSimSuper Crescente0,70,504Crescente (semestral)500
BPISimDP Especial 2 anos0,650,468Fixa50.000
Caixa GalíciaNãoAlta Remuneração0,650,468Crescente (anual)1.000
BPISimDP Especial 2 anos0,350,252Fixa50.000
Caixa AgrícolaSimDepósitos XLEuribor 3 Mês + 0,044%Crescente (trimestral)2.500

Destaque-se que à medida que o prazo aceite pelo aforrador aumente mais competitivo se tornam os certificados do tesouro poupança mais face à oferta concorrente de depósitos a prazo. Para uma aplicação a quatro ou a cinco anos surgem mesmo como o produto com as melhores taxas médias anualizadas: 2,0% TANB e 2,25% TANB, respetivamente.

Informação mais recente aqui: melhores depósitos a prazo (contém certificados).

Faça o primeiro comentário a "Quero fazer poupança a dois anos: certificados ou depósitos a prazo?"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*