Taxa de Juro dos Certificados de Aforro voltou a subir em maio de 2014

A taxa de juro a aplicar aos certificados de aforro subscritos em maio de 2014 ou que se renovem neste mês irá aumentar face às registadas nos últimos meses. A remuneração será de 3,281% TANB quando em abril havia sido de 3,265% e em março de 3,245%.

Esta evolução acompanha o andamento da Euribor que tem registado algum incremento nos últimos meses. Recorde-se que os certificados do tesouro poupança mais mantêm em maio o esquema de remuneração definido no sua criação em outubro de 2013 sendo que há declarações do IGCP no sentido de que esta remuneração pode vir a ser revista em baixa no futuro atendendo, por exemplo, à descida das taxas de juro exigidas em novas emissões de dívida em mercado internacional.

Os certificados assumem-se como uma alterativa económica para o Estado português se financiar sem ter de recorrer a empréstimos junto de investidores internacionais. Recorde-se que em termos efetivos à taxa de juro paga pelo Estado aos aforradores nacionais haverá que abater uma parcela que reverte para o Estado e que não existe quando o credor é não residente: os 28% de taxa liberatória de IRS. Na prática, a taxa de juros anual líquida de impostos, no caso dos certificados de aforro, será, em maio, de 2,362%.

Um comentário sobre “Taxa de Juro dos Certificados de Aforro voltou a subir em maio de 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.