Taxas Euribor renovam mínimos históricos – dezembro 2012

Seria fastidioso para os nossos leitores aqui recordar regularmente sempre que uma das taxas euribor voltasse a bater o seu mínimo histórico tal é a frequência com que isso tem acontecido no último ano. Hoje decidimos contudo fazer um ponto da situação até porque é a primeira vez que nos referimos a este indexante determinante para evolução das taxas de juro dos depósitos a prazo, aqui no Melhores Depósitos a Prazo.

Os valores finais de novembro são impressionantes, particularmente se comparados com o registado há apenas um ano. Eis a tabela mais recente construida tendo por base a informação do Banco de Portugal:

Euribor a: Dez-11 Nov-12
 1 mês 1,143 0,109
2 meses 1,258 0,145
 3 meses 1,426 0,192
4 meses 1,5 0,244
5 meses 1,578 0,304
6 meses 1,671 0,36
7 meses 1,726 0,402
8 meses 1,788 0,442
9 meses 1,842 0,475
10 meses 1,897 0,518
11 meses 1,949 0,551
12 meses 2,004 0,588

Por outro lado, a primeira sessão de dezembro já trouxe novos valores mínimos, em particular nos seguintes casos:

  • Euribor a três meses: 0,190%
  • Euribor a seis meses: 0,342%

Sendo certo que em período onde a recolha de aforro é importante para os rácios de capital da banca, as limitações/penalizações impostas pelo Banco de Portugal indexadas elas próprias à diferença entre a taxa de juro paga ao depositante e a evolução da euribor acabam por garantir que a evolução global das taxas de juro passivas (as dos depósitos) acompanhem a tendência de evolução da euribor. Em conclusão, as remunerações dos depósitos a prazo deverão continuar a descer durante mais alguns meses, provavelmente os suficientes para nova comparação impressioante daqui a um ano. Sobre as penalizações do Banco de Portugal ler “Instrução Nº28/2011: Banco de Portugal penaliza depósitos que paguem mais de 3 p.p. acima da euribor“.

Pode encontrar vasta informação sobre este tema (e dados atualizados diariamente) nesta página do Banco de Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.